Serviços

  • Imprimir
No início do primeiro jogo escolhe-se quem serve com um qualquer método aleatório (normalmente rodando a raquete no chão). O jogador escolhido serve do lado que melhor lhe convier. A partir daí, enquanto for ganhando as jogadas vai alternando obrigatoriamente de lado para servir. Assim que o jogador que recebe o serviço ganha uma jogada passa ele a servir, iniciando-o pelo lado que desejar, alternando depois enquanto ganhar jogadas consecutivas.

- O jogador que serve deve ter, pelo menos, um pé dentro da caixa de serviço (assente no chão, não podendo pisar o risco) no momento do impacto da raquete na bola. O jogador pode arremessar a bola ao ar com a mão ou com a raquete, mas a bola não pode bater no chão ou paredes antes do impacto com a raquete.

 

- A bola deve atingir em primeiro lugar a parede da frente, acima da linha de serviço (excluindo a própria linha) e quando voltar da parede frontal pode atingir qualquer parede lateral e/ou a parede da retaguarda antes de tocar o chão dentro do quadrado de recepção de serviço do lado oposto.

 

- Se a bola atingir alguma linha de demarcação do campo nas paredes laterais, frontal ou da rectaguarda, ou se tocar alguma linha do quadrado de recepção do serviço, ou se tocar na linha de serviço ou abaixo dela na parede frontal, ou se o jogador que serviu fizer falta com o pé ou o arremesso da bola for incorrecto, o serviço é considerado inválido e a jogada é ganha automaticamente pelo jogador receptor, que passará a servir.

 

- Se o jogador tentar servir mas não acertar na bola, o serviço é considerado inválido e o jogador receptor ganha a jogada e o serviço.